Blog

HISTÓRIAS REVELADAS

O Projeto Histórias Reveladas nasceu na Primavera de 2016  pelas mãos e fotos de Alberto Lefèvre,  e textos de amigos da Ecofeira.

Foi uma iniciativa que envolveu escritores, colunistas e jornalistas granjeiros, incumbidos de pesquisar e contar a história de cada um dos ecofeirantes, gerando textos escritos por pessoas de nossa comunidade sobre os produtores da EcoFeira da época – muitos continuam até hoje.

São textos maravilhosos. Delicados. Sensíveis. E, sobretudo, respeitosos.

O Projeto contou com uma festa de lançamento na Galeria de Arte Solange Viana, em Setembro de 2017.

Nas abas ao lado você pode ler o texto de Sílvia Rocha sobre como tudo começou e no nosso blog os textos escritos.

PROJETO HISTÓRIAS REVELADAS: ECOFEIRA GRANJA VIANA

Por Sílvia Rocha

Como dizia Drummond: “amar se aprende amando”! 
E escrever, escrevendo… se soltando! 

Eis o projeto:

Meus queridos! 

O casal Cláudia Vargas e Alberto Lefréve me convidou para um projeto sobre a nossa EcoFeira! Eles são ecofeirantes, com seus quitutes vegetarianos e veganos maravilhosos e ele também é artista plástico e fotógrafo. Ambos me convidaram para escrever as histórias de todos os ecofeirantes da nossa EcoFeira! Com a bênção deles, eu resolvi abrir o espaço para todos os granjeiros que gostam da EcoFeira e de escrever! 

A ideia é que cada um de nós escreva sobre um (ou dupla ou trio) de ecofeirantes! E cada texto será acompanhado de uma foto do Alberto! Eu pretendo conversar sobre as entrevistas/conversas (presenciais ou à distância, com os expositores) e sobre algumas orientações que eu gostaria de dar sobre jornalismo literário, escrita poética, escrita criativa e jornada do herói! E também gostaria de fazer a revisão e a edição dos textos! Pensamos num lançamento na Galeria Solange Viana, na minha rua! É um projeto para 2017!

Obrigada!

Beijos

Primavera de 2016

PROJETO HISTÓRIAS REVELADAS: PARTE II

Foi assim que o nosso projeto nasceu!

Depois de um ano, de primavera a primavera, ele está dando frutos, flores, sementes, arbustos, árvores e florestas!

Como é maravilhoso viver em uma comunidade como a nossa, a Comunidade Granja Viana!

O projeto aconteceu, e escrevo para dizer o quanto o processo está sendo prazeroso e emocionante.

Somos, ao todo, 17 pessoas da comunidade Granja Viana, amantes da EcoFeira e amantes da escrita.

O processo foi construído e sendo tecido de forma livre e criativa.

Vocês vão encontrar textos maravilhosos. Delicados. Sensíveis. E, sobretudo, respeitosos.

Eu estou escrevendo sobre o projeto e meus olhos estão marejando e estou sentindo arrepios de emoção.

A nossa EcoFeira nunca mais será a mesma!

Comprar uma muda orgânica do Walter, daqui para frente, torna-se uma outra experiência. Compro uma muda de uma pessoa sensível e extremamente grata à vida, à família e, sobretudo, à sua mãe!

É muito gostoso, agora, dar bom dia para a Yola e lembrar que ela é uma avó tão presente e que gosta de rock!

O texto sobre Dona Barbara termina com um poema do Rubem Alves, e eu fico muito feliz em perceber uma gama de estilos de escrita, de olhares, que vão revelando, com tanto carinho, a história de cada ecofeirante.

A seguir, a lista dos nossos ecofeirantes entrevistados e seus escritores, por ordem alfabética.

Uma boa aventura pelo nosso Universo EcoFeira Granja Viana que, como bem sintetizou Gisele Dias, da Família Dias, é uma família: a Família EcoFeira!

Primavera de 2017

PROJETO HISTÓRIAS REVELADAS: O EVENTO

VERSÃO CURTA

Nossa EcoFeira está fazendo sete anos e é tempo de celebrar! Que lindo não é! Estamos todos felizes e tivemos uma ideia muito linda que quem nos trouxe foi o Alberto Lefreve! Porque não celebrar contanto um pouco da história do evento e dos bravos produtores, comerciantes e artesões locais? Porque não revelar a história incrível dessa turma que se dedica a plantar, colher, fazer, cozinhar, preparar, plantar e criar com tanto amor para abastecer nossa comunidade de produtos orgânicos, locais, artesanais, ecológicos e típicos. Pois a ideia é essa e você é nosso convidado! Porque é essa turma e os queridos clientes da EcoFeira que fazem isso acontecer.

Ecofeira da Granja – 07 anos!

Um projeto comunitário envolvendo entidades, escolas, prefeitura, comunidade, comerciantes, todos com o mesmo objetivo: fortalecer os agricultores locais de orgânicos, que estavam perdendo suas terras para a especulação imobiliária.

A causa foi uma só, mas as consequências foram muitas! Preservação do Cinturão Verde de Cotia, divulgação dos benefícios do cultivo de orgânicos para a terra e para saúde, criação de um ponto de encontro da comunidade na Granja Viana… Todas indo ao encontro da filosofia do Movimento Transition Towns Granja Viana (TGV).

O Transition Towns, nascido na Inglaterra, teve seu embrião na Granja Viana em 2009, trazido pela granjeira Isabela Menezes e, na época, foi abraçado por Silvia Rocha, Dani Terracini e Thereza Franco. O grupo era pequeno, mas totalmente imbuído pelo sonho de uma comunidade mais sustentável, com a proposta de transformar as cidades em ambientes autossuficientes, regenerativos, menos dependentes de fatores externos e mais integradas à natureza.

Silvia Rocha, dentro do espírito que norteia o movimento, trouxe a questão dos agricultores locais, o grupo acolheu, buscou parcerias; a ideia era simples e boa, escolas, prefeitura, imprensa, comerciantes aderiram. Crunch!!! Nascia assim a Ecofeira, em setembro de 2010, com o empenho e a realização do TGV, Site da Granja, Depto de Turismo de Cotia (Cristina Oka), Escola da Granja, Ong Selva, Faculdade Mario Schenberg (Prof. Lúcia) e a Casa do Moinho.

E já nasceu brilhando!! Sua primeira edição aconteceu na Escola da Granja, com 700 pessoas presentes prestigiando os 32 expositores da região, promovendo sua produção de verduras e legumes, artesanatos, conservas, geleias, shimeji e shitaki, flores, mel, compotas, pães, granolas, origamis, chocolates, cerâmicas… Sem falar da música ao vivo, sorteios, atividades lúdicas e sustentáveis com as crianças. Foi um sucesso, graças à união de forças, como a divulgação feita por toda a mídia local, estacionamento cedido pelos estabelecimentos próximos e patrocínio das atividades pelos comerciantes da região.

E nunca mais parou! Nestes 07 anos de existência passou por várias praças, Escola da Granja, Colégio Mario Schenberg, Igreja Santo Antônio e ainda edições especiais como as do Templo Zu Lai. Foi tão bem recebida que de mensal passou a semanal, todo domingo das 8h às 13h, e em local permanente, o Parque Teresa Maia.

Muita água já rolou embaixo da ponte – mudanças de local, horário, expositores, apoiadores, reavaliações, crises… Mas permaneceu firme e forte, suas bases consolidadas em preceitos nobres trazidos pelo TGV, como o diálogo entre os expositores, troca de experiências, a preocupação com o outro, a importância do todo, e muito na diversão e prazer de participar, de estarmos todos juntos!

E para a merecida celebração do seu primeiro setênio, dia 21 de setembro acontece na Galeria de Arte Solange Viana a exposição Histórias Reveladas, com fotos de Alberto Lefèvre, autor do projeto, e textos de escritores, colunistas, amigos e frequentadores da Ecofeira. Uma ideia bacana, que envolveu 32 amantes da Ecofeira, incumbidos de pesquisar e contar a história de cada um dos seus expositores.

Todos os apoiadores da Ecofeira também serão homenageados na ocasião.

Parabéns Ecofeira, parabéns TGV, parabéns comunidade Granja Viana!!!

Retrato Márcia

Retrato Márcia

Um certo domingo, há cinco anos,  Márcia foi ...

Retrato Elena

Retrato Elena

Nasdarovia* – preservando as origens através dos...

Retrato Yola

Retrato Yola

"Acredito que chegar aqui foi um chegar lá..”...

Retrato Miriam

Retrato Miriam

Eu não sabia, mas conheceria Miriam naquele...

Retrato Wilson

Retrato Wilson

Shitake, a tradição japonesa em terras...

Retrato da Biba

Retrato da Biba

Birgit Marion Behning - Um lindo nome para um...

Retrato da Mari

Retrato da Mari

Mari! Nasceu Marileide, mas é Mari. Já foi...

Retrato Walter

Retrato Walter

Walter -  das flores -  como sempre a ele nos...

Retrato Carlos

Retrato Carlos

A ECOFEIRA TEM MEL Ele não sabe. Mas todo dia eu...